sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Repúdio à Intolerância Religiosa



Sentimo-nos profundamente tocados com a situação dos cristãos nos territórios opressores. Infelizmente não é este um assunto que as igrejas brasileiras vêem como prioridade no reino. Mas deixando de lado as razões de igreja institucional, que discutindo-as não mudaria nada, quero me dirigir a você que é a célula viva desta comunidade e fazer-lhe um apelo. Como já sabemos, o senado já se pronunciou, alguns lideres religiosos também, no entanto, se faz necessário que o corpo como um todo não permaneça em silêncio. Talvez você nunca tenha sido instruído em como cooperar com a causa da igreja perseguida, e por isso não sabe que existem maneiras simples, seguras e de pequenino esforço e que somadas a de tantos outros colaboram muito na mudança do quadro caótico dessas pessoas quer sejam elas cristãs ou de outras crenças que não são respeitadas pelos povos islâmicos.

Para lhe trazer esta instrução e lhe conceder a oportunidade de fortalecer o corpo ao qual pertencemos, dediquei esta página na campanhã em prol a igreja perseguida aqui representada pelo pastor Yousef Nadarkhani. Lembre-se que é da boca dos pequeninos que Ele suscita grande fortaleza. 

Segundo dados de pesquisas, atualmente, mais cristãos são mortos por causa da fé em Jesus do que no auge das piores perseguições do Império Romano. A Enciclopédia Cristã Mundial afirma que, só em 1998, mais de 156 mil cristãos foram martirizados no mundo. Estima-se que 164 mil foram executados em 1999. Quase 170 mil perderam a vida em 2000 e, em 2005, mais de 200 mil Jesus Freaks foram mortos. E as projeções para 2010 falam em mais de 240 mil mártires ao redor do mundo. De acordo com a Interpretação Anual do Megacenso Cristão, feita por David B. Barrett e Todd M. Johnson, mais de 70 milhões de cristãos em todo o mundo já foram mortos pela fé que professaram desde Estevão, o primeiro mártir.

Aproximadamente 550 cristãos são assassinados todo dia. Isso equivale a 23 mártires por hora, ou seja, um herói da fé é morto a cada 3 minutos. E os números continuam aumentando.

E aqui não falamos dos milhares que todos os dias são perseguidos, têm seus bens confiscados, são separados da família, aprisionados e torturados e que, apesar de tudo, não chegam a ser mortos por sua fé, apesar de nunca negarem a Cristo.

A ONU em nota divulgou que 75% das vítimas de intolerância religiosa são cristãs. É preciso que eu e você faça algo por estes irmãos, os quais representa parte daqueles a quem Jesus chama de pequeninos. Lembrando que Ele é presente na vida de todos que padecem algum tipo de injustiça social:

"Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.
Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes." Mateus 25:34-40

Sou a favor de uma posição em grande escala, de uma manifestação pacífica e ordeira, a fim de esclarecer para os povos e seus governos que ainda insistem violar os direitos humanos internacionais que vigoram desde 1948, que nós cristãos somos um povo numeroso em todo o planeta e que também temos todo o direito de coexistir livremente em seu território assim como eles tem tido em nosso. Eles precisam saber que nós temos o entendimento de que esta consciência que por eles é sustentada caminha na contra mão dos esforços das Nações Unidas e que não somos mais ignorantes quanto aos direitos que nos assistem.

Estou tentando fazer algo além de orar e por isso estou aqui batendo em sua porta para que una-se à minha voz e num só clamor possamos gritar bem alto por aqueles que precisam de socorro. Juntos, quebrando este silêncio muitos irmãos que estão sob terríveis torturas com propósito de levá-los à renúncia daquilo que sabemos ser vital para o espírito do homem, terão alguma chance a mais de serem poupados da sepultura.

Como instrumento desta ação publiquei no site Petição Pública um novo abaixo assinado à embaixada do Irâ em Brasília endereçados às Excelências  Ayatollah Sayed Ali Khamenei e Ayatollah Sadeqh Larijani, sob título de "Carta de Repúdio à Intolerância Religiosa".

Por favor participe e ajude a divulgar o abaixo-assinado . A melhor maneira de o fazer é informar seus amigos que ele existe. 






* * * * * *








“E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.
E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?
E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram.” Apocalipse 6:9-11




* * * * * *




Carta Internacional dos Direitos Humanos


 







Share:

2 comentários:

  1. Maravilhoso Marcelo. Muito bom. Vou lá ver!

    ResponderExcluir
  2. Olá Rô! Obrigado. Ajude-me divulgar esta página por favor. Estou tentando sensibilizar e encorajar tantos quantos puder, as pessoas não se sentem a vontade para participar de manifestos assim, mas não há do que temer. É importante que cada um de nós sinta isto de forma pessoal. Afinal somos corpo ou não somos? Discernir o corpo de Cristo é a condição principal para participar da ceia do Cordeiro. Forte abraço pra ti.

    ResponderExcluir

Todo os comentários serão muito bem vindos desde que seja com responsabilidade. Ao fazer críticas, elogios e sugestões use do bom senso. Não serão publicados textos que não respeitem estas regras.

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Theme Support