sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

A Volta de Jesus é Utopia. Verdade ou Mentira? Veja Aqui.

O assunto aqui é referente a um congresso para pastores realizado pela Betesda, tendo Ricardo Gondim como preletor. Mas o propósito é evidenciar a posição Bíblica a respeito do assunto


Mais abaixo apresento um vídeo com parte desta palestra. Caso você ainda não tenha assistido, poderá conferir de perto a que ponto pode chegar um cristão quando se desvia da verdade. 


É lamentável ver tanto potencial como possui Ricardo Gondim sendo aplicado na desconstrução de elementos fundamentais da fé cristã. Elementos que são fundamentais na obra de Cristo no que se refere a salvação do homem. Tudo o que se espera de alguém que se propõe levar a mensagem do evangelho é que o mesmo confirme a sã doutrina e não que a coloque em dúvida. Infelizmente é isto que se pode notar em seus ensinamentos.  


Com as declarações do Ricardo Gondim neste vídeo, fica muito claro que ele já não faz mais parte do movimento evangélico do qual professava ser a algum tempo. No entanto, seu pronunciamento oficial de ruptura aconteceu recentemente. Isto é realizado por ele sob pretexto da corrupção generalizada da igreja, mas, se observarmos com mais atenção, é possível perceber que na verdade existe algo obscuro por trás de sua posição. Vejamos parte de sua declaração:

"3. No momento em que o sal perde o sabor para nada presta senão para ser jogado fora e pisado pelos homens. Não desejo me sentir parte de uma igreja que perde credibilidade por priorizar a mensagem que promete prosperidade. Como conviver com uma religião que busca especializar-se na mecânica das “preces poderosas”? O que dizer de homens e mulheres que ensinam a virtude como degrau para o sucesso? Não suporto conviver em ambientes onde se geram culpa e paranoia como pretexto de ajudar as pessoas a reconhecerem a necessidade de Deus.4. Não consigo identificar-me com o determinismo teológico que impera na maioria das igrejas evangélicas. Há um fatalismo disfarçado que enxerga cada mínimo detalhe da existência como parte da providência. Repenso as categorias teológicas que me serviam de óculos para a leitura da Bíblia. Entendo que essa mudança de lente se tornou ameaçadora. Eu, porém, preciso de lateralidade. Quero dialogar com as ciências sociais. Preciso variar meus ângulos de percepção. Não gosto de cabrestos. Patrulhamento e cenho franzido me irritam . Senti na carne a intolerância e como o ódio está atrelado ao conformismo teológico. Preciso me manter aberto à companhia de gente que molda a vida, consciente ou inconsciente, pelos valores do Reino de Deus sem medo de pensar, sonhar, sentir, rir e chorar. Desejo desfrutar (curtir) uma espiritualidade sem a canga pesada do legalismo, sem o hermético fundamentalismo, sem os dogmas estreitos dos saudosistas e sem a estupidez dos que não dialogam sem rotular." (Leia toda a matéria aqui)

Não que ele esteja errado ao extremo. Há muita verdade nesta declaração e ela deve ser observada, mas aqui deve ocorrer também  aquela antiga orientação que diz assim: "Antes de remover o cisco que está no olho do teu irmão, remova a trave que está no teu."   Esta orientação não está dizendo que eu não deva tirar o cisco, mas que antes, os meus olhos devam estar limpos. Somente a sã doutrina poderá servir de colírio para meus olhos espirituais. Qualquer outro produto que eu venha usar em lugar dela, a visão irá se tornar mais escura. É exatamente este o caso: Infidelidade doutrinária. Leviandade espiritual.

Assim como inúmeras pessoas que eu conheço, também sou contra esta teologia da prosperidade neo-pentecostal. Não por achismos, mas por convicção bíblica. Esta "mistureba" que estão vendendo aí não possui concordância nenhuma com o evangelho. São falsos pastores e profetas do engano, e o povo que os seguem não é igreja. Igreja é todo aquele que já se libertou do engano das tradições dos homens para viver segundo Cristo, despojado da corrupção do mundo pelo desapego dos bens materiais. Não disse Ele que não deveríamos juntar tesouro aqui para que nossos corações estivessem livres para buscarem as coisas do alto? Em qual parte desta teologia neo-pentecostal encontramos a confirmação deste ensino?  Muito pelo contrário. Seus pregadores são caçadores de almas indoutas a fim de se servirem delas. Os que assim creem não estão libertos do egoísmo e nem credenciados a fazerem parte do reino dos céus. Não saíram do mundo, logo, não podem ser igreja.  É certo, que a igreja também está contaminada com esta e diversas outras heresias, motivo pelo qual se vê tanta derrota em seu meio, e o amor de uma multidão se esfriando em razão da multiplicação da injustiça. Ainda assim não temos base para encerrá-la sob nenhuma forma de condenação. Não foi por ela que o Cordeiro foi sacrificado? Quem a poderá condenar se é o próprio Deus quem a redime? 



Uma História Semelhante


O profeta Elias também viveu o caos de ver seu povo completamente corrompido pelos interesses escusos de Acabe e sua esposa Jesabel, sacerdotisa de Baal (Bel). Em profunda depressão chegou pensar que ele era o único a não se corromper, mas, lhe foi mostrado que em Israel ainda existiam 7000 fiéis que não se dobraram a Baal. Nem por isto rompeu com sua nação declarando-se um não judeu. Mas, foi até o fim por amor daqueles a quem Deus ama. 

Esta declaração de Ricardo Gondin embora pareça ser justa possui um lado negro: Subliminarmente está a condenação da igreja. 

Isto soa como o nascimento de uma nova seita evangélica. Uma que seja mais pura do que a que está aí. 

Como já foi colocado, não é somente a heresia da prosperidade que tem tornado os evangélicos nisto que se vê hoje, muitos outros falsos ensinamentos e falsos doutores tem corrompido e afastado muita gente da Verdade da salvação. Heresias estas da qual nem mesmo o senhor Ricardo Gondim pode se considerar inocente. 

Este tipo de atitude é a mais comum e cômoda que se pode existir. Todo mau comandante saltará do barco o qual conduz quando o vê afundando. Deixar que todos morram com o naufrágio é muito mais cômodo.  

Lembram quando Deus se irou contra os hebreus no deserto e propôs a Moisés que os destruiria e dele faria uma nova nação? Qual foi sua resposta? Risque o meu nome do livro da vida, se preciso for para que perdoe os pecados dos israelenses. E Deus responde, "Aquele que pecar contra mim, a este riscarei eu do meu livro".

Não foi esta também a atitude do verdadeiro Pastor em relação às suas ovelhas perdidas? Ele não deu sua própria vida para resgatá-las? É isto que faz toda a diferença na vida de um  verdadeiro servo de Deus. 

Não estou defendendo o sistema religioso em que nos encontramos. Ele vai naufragar, isto é fato e necessário. No entanto, sou a favor da vida. Eu acredito que de dentro da embarcação mesmo estando a afundando e correndo os mesmos riscos, se é possível salvar a muitos. Não foi assim que aconteceu com  Paulo? Não sofreu ele o naufrágio  literal para que a glória de Deus manifestasse através dele? Seu diferencial foi permanecer fiel ao que recebeu desde o início? É nisto que implica. Imitemos a Paulo para que isto possa ocorrer através de cada um de nós. Alguém quer pagar o preço?




Vamos para o vídeo?





"Negar essa doutrina é a perda do maior referencial de esperança da igreja. É levar a fé a um ponto de letargia que para nada mais serve." Pr. Renato Vargens  - Pulpito Cristão



"Amigos, eu bem poderia escrever-lhes sobre a espúria teologia de Moltmann, mas deixarei isso para outra ocasião. Neste momento, basta dizer que a citação direta do texto de Moltmann e a aprovação da sua “Teologia da Esperança” (pois assim se chama o seu famoso livro de escatologia com tendências idênticas àquelas propostas pelo teísmo aberto ou teologia do processo), é a prova cabal de que Gondim há tempos deixou de beber nas fontes sagradas para embriagar-se das heresias de Charles Hartshorne, Jurgen Moltmann, Overback, etc. Gondim definitivamente trocou Jesus por Nietzsche, Paulo por Karl Marx, Pedro por Clark Pinnock e o céu pela terra."  - Pr. Leonardo Gonsalves - Pulpito Cristão




Porque concordo com eles?


A doutrina da volta literal de Jesus é irrefutável. Não existem elementos na Bíblia que dêem a menor margem para isto.

Esta infeliz afirmação do Ricardo Gondin foi a maior heresia já proferida por ele entre tantas outras que já possa ter dito.  Não sabemos qual será o seu caminho daqui para frente, mas com certeza, seguindo nesta direção, fundará mais uma seita anticristã intitulada igreja evangélica, assim como os Mórmons, as Testemunhas de Jeová entre outras.

O que diferencia a proposta de Cristo a de todos as outras propostas religiosas é exatamente o Seu plano de governo, o qual, nenhuma outra religião possui. Todas terminam no além, ou permanecem de encarnação em encarnação até se alcançar uma espécie de divindade também no além e não houver mais necessidade de voltar ao planeta Terra. Cristianismo não, ele fala de corpo, ressurreição e reinado.


Seu retorno para REINAR NESTE PLANETA COMO REI  E REALIZAR UMA LEGISLAÇÃO JUSTA compõe toda a estrutura de suas doutrinas.  Eu não estou defendendo fundamentalismo, defendo o que é fundamental. Cristo é a PEDRA FUNDAMENTAL, logo,  sua doutrina é FUNDAMENTAL.

A afirmação de um retorno literal vem d'Ele em pessoa. Isto não é uma interpretação qualquer da igreja primitiva, mas uma profecia milenar de que um descendente de Davi assumirá o trono e seu reinado será eterno. Me digam, onde está o trono de Davi, no céu ou na terra?



(2 Samuel 7; 1 Crônicas 17).  Davi tinha decidido construir uma casa para Deus que substituísse a tenda que durante gerações tinha sido a morada de Deus na terra.  Mas Deus disse a Davi:  "Tu não edificarás casa para minha habitação . . .  Há de ser que, quando teus dias se cumprirem, e tiveres  de ir para junto de teus pais, então farei levantar depois de ti o teu descendente, que será dos teus filhos, e estabelecerei o seu reino. . . . O confirmarei na minha casa e no meu reino para sempre, e o seu trono será estabelecido para sempre" (1 Crônicas 17:4-14).  Essa promessa começou a se cumprir em Salomão, o filho legítimo de Davi (1 Crônicas 22:6-10; 28:2-8).  Mas a sua intenção final esperava um Filho de Davi maior, o qual se tornaria rei eterno. 

Esta profecia não se cumpriu ainda. O fato é que Israel não creu em Jesus por sua 1ª vinda se dar na a formação do reino no interior do homem antes de sua manifestação como Rei sobre a face da terra. Antes, de forma invisível e pessoal, depois de forma visível e gloriosa. Assim, ele prepara em um mundo injusto, corrompido, aqueles que habitarão seu reino de justiça: "Se fiel no pouco, que no muito serás colocado."



 "E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com Ele, então se assentará no trono da Sua glória. " Mateus 25:31

Para onde aponta esta profecia? Ela afirma que O filho do homem virá e, quando Ele disse isto onde estava?

Jesus nunca disse que não teria um reinado aqui na terra. Alguns não levam em conta  toda a suca colocação. Observe o texto abaixo e atente para um detalhe que faz toda a diferença:


“O meu reino não é deste mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, os meus ministros se empenhariam por mim, para que não fosse eu entregue aos judeus; mas AGORA o meu reino não é daqui” .  (grifo meu)João 18:36. Tanto que haverá um confronto entre Ele e o anticristo para que tome o reino deste mundo.

Agora  é o tempo que o homem tem para reinar até que tudo se cumpra conforme relatam as Escrituras,  e então Ele assumirá o trono.

O apóstolo Paulo afirma que antes da volta de Cristo será preciso manifestar-se o filho da perdição em forma de governo e toda a apostasia com ele, concentrando em um único poder a autoridade do reino das trevas, e este reino será destruído pela volta de Cristo:

 "E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;"  2 Tessalonicenses 2:8

Cristo mesmo afirma que sua volta será visto por todos, e isto quando está respondendo aos discipulos que perguntaram sobre os sinais de seu retorno:

"Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória."  Mateus 24:30



Paulo fala aos coríntios (I Co 15:51­54) que, na vinda do Senhor, ao toque da última trombeta, ocorrerá a ressurreição dos santos e a transformação dos santos vivos, o que também o confirma aos tessalonicenses (I Ts 4: 16,17). Este é o galardão, a recompensa dos remidos.
Outro evento paralelo é a batalha do Armagedom, a reunião das nações contra Jerusalém, pois estas não entregarão o poder a Cristo, sem luta (Ap 11: 17,18).

Senhor desce sobre Jerusalém, destrói Seus inimigos e assenta-Se no trono de Davi (Mt 25:31), conforme as promessas preditas nas profecias.

"E, naquele dia, estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele, para o sul"(Zc 14:4).


Por fim, Ele confirma isto em visões para João em Apocalipse: Manifestação de Cristo e a batalha de Armagedom.

"E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro.


E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.

E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.
E vi um anjo que estava no sol, e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde, e ajuntai-vos à ceia do grande Deus;

Para que comais a carne dos reis, e a carne dos tribunos, e a carne dos fortes, e a carne dos cavalos e dos que sobre eles se assentam; e a carne de todos os homens, livres e servos, pequenos e grandes.

E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao seu exército.

E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre.

E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes. " 
Apocalipse 19:14-21



Salmos 132:11 - O Senhor jurou a Davi com Verdade, e não se desviará dela: Do fruto das tuas entranhas porei sobre o teu trono.



Depois de tudo consumado, ocorre aquilo que mais Ele aguardava entre todas as coisas. Estar com sua esposa. Veja como isto se dá em revelação:



"E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.  E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Omega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte. E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro. E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do céu... E as nações dos salvos andarão à sua luz; e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra."  Apocalipse 21:2-10 e 24





Assim como sua encarnação se deu de forma literal, sua ressurreição se deu de forma literal, seu regresso não será diferente.

Se Cristo não fosse retornar como propõe, porque então ressuscitar de entre os mortos? No céu para onde foi não há nenhuma necessidade de que alguém esteja em corpo tangível. Ele já estava lá reinando no plano espiritual  antes de possuir um corpo físico. 

Quando se fala de ressurreição, se fala de corpo físico, qdo se fala de corpo físico fala-se desta esfera que sem corpo ninguém pode estar aqui e nem nela reinar.

Afinal, para quem o reino deste mundo foi concedido e outorgado para que reinassem sobre ele? Foi para algum espírito ou para os descendentes de Adão? Tanto que satanás para reinar aqui precisa usar o homem, sem o qual, nada pode fazer enquanto governo. Cristo se fez carne, satanás tem feito tudo que pode para ter também a sua, mas para isto terá que contar com a ajuda da ciência. Como espírito Cristo não poderia cumprir a profecia que está sobre a descendência de Davi, a de possuir aqui um reino eterno, por isso também se fez homem.

Sendo homem herda a promessa que o Pai depositou sobre a descendência Davi. Paulo o chama de segundo Adão, mostrando que o primeiro Adão foi vencido e por ele entrou o poder das trevas no mundo. Mas que por meio de Cristo, o segundo Adão, onde abundou o pecado superabundou a graça. De tal maneira que todo o poder lhe foi transferido em toda a esfera material como já era no céu. 

"Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo." 2 Pedro 2:19

Se Cristo tivesse que conduzir a raça humana de encontro a um horizonte utópico melhorando-a para cumprir o que Gondin está pregando, sua encarnação e principalmente sua morte seria algo completamente desnecessário. 


Filosofias como a SEICHO-NO-IE cumprem bem este papel e, melhor, sem morte, sem sangue, sem perdão, sem culpas e sem cruz, sem juízo. Teria sido mais sábio da parte de Deus instituir religiões assim do que enviar seu Filho Unigênito para a morte. Até porque, não é o mundo que vai nesta direção e muito pelo contrário, a volta de Cristo é apresentada para a igreja, são os crentes que devem ir nesta direção, não os incrédulos. O mundo jamais seria transformado, pois dependeria exclusivamente da disposição de cada um de nós. 


Se assim fosse, teríamos uma igreja muito evoluída desde então. Mas não é o caso, basta olhar e ver que a cada dia ela está cada vez pior, a tal ponto do Gondin não suportá-la mais. Isto não é contraditório dentro da própria essência de quem tal doutrina criou?


O mundo irá ser transformado sim, mas não pela iniciativa do homem de ir de encontro a horizonte nenhum, mas porque poderoso é o Senhor que o transformará.

O Cristianismo verdadeiro não propõe melhora nenhuma a ninguém. Não. Nem tão pouco uma reforma do mundo. Ele mata o velho homem e o ressuscita em nova criatura. E quem não passar por este renascimento não poderá fazer parte do novo céu e nova terra quando se manifestar aqui o Reino de Cristo. O sistema que rege este mundo será desfeito pelo abalo que Deus realizará neste planeta. 

Para uma humanidade melhorada Ele disse: Não se coloca vinho novo em odres velhos, e nem se remenda um pano velho com um tecido novo. Vos é necessário nascer de novo.

Se a volta de Cristo é uma volta utópica fora da história, qual é a necessidade de ressurreição dos mortos para a vida eterna ou para a segunda morte que o lago de fogo como está proposto para quem não tiver seu nome escrito no livro da vida? Remissão de pecados, Trono Branco, e justiça de Deus tudo seria balera.

Cristianismo seria perca de tempo, logo ser ateu seria a forma mais aproveitável de se viver a vida.

Não havendo retorno literal de Cristo, não haverá julgamento, não havendo julgamento, para que viver como se fosse ter? E se for assim, para que nascer de novo liberto do poder das trevas? Então vamos deitar e rolar, comer, beber e curtir o maximo que se pudermos. E quem prega evangelho, pregaria tolices, como tolices são todas as teologias sem a sã doutrina.

No fim de tudo, o que se pode observar, é que estas mensagens satânicas tendem abolir o ser humano da obra do Espírito Santo a qual é convencer o mundo de pecado, da justiça e do juízo. 


Muitos homens querem se relacionar com Deus e, não podendo suportar suas doutrinas a transformam em latrinas para justificarem suas devassidões. Baixar o padrão sempre foi e sempre será o método utilizado por todo incapaz a fim de atingirem suas metas.


Cristo voltará! Já está às portas. Este é o plano inicial e final, Alfa e Ômega. Deus não muda, o homem sim, sempre.  Prepare-se para Ele ou sofra-O, porque agora sua vinda será para Reinar. Você decide sua vida.



Finalmente, em Apocalipse podemos encontrar a narração que descortina todo o desfecho das profecias que apontavam para o trono de Davi:

"E disse-me: Não seles as palavras da profecia deste livro; porque próximo está o tempo. Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.

Eu sou o Alfa e o Omega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.

Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. "  Apocalipse 22:10-14


"Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus."  Apocalipse 22:20



Curtiu a matéria? Então abençoe outras pessoas compartilhando este link. Não gostou? Deixe seu comentário, suas dúvidas ou questionamentos. Estou aberto para dialogar.

Paz seja contigo.
Marcelo Alberto.

Share:

Um comentário:

  1. Abençoamado Marcelo Alberto
    Paz
    A extensão do seu texto é diretamente proporcional à sua qualidade em termos de esclarecimentos.
    Excelente a exposição da matéria.
    Temos algo em comum: Em nosso nome e no que pensamos sobre este longevo faceto que é o folclórico Gondim.
    Ele é assim - apagam-se os holofotes e, ai está, o sensacionalismo de um ateu dissimulado, favorável à união homoafetiva e ao aborto. É patético este teista aberto que prega a não-soberania de Deus e O identifica como vulnerável. Sua teologia é tão infausta e nefasta ao Cristianismo como é a teologia da prosperidade.
    Preparemo-nos! Ele, provavelmente, tem uma carta na manga para auferir vantagem com esta sua declaração – Quem sabe um livro em que ela conste como parte da sua biografia? Perceba que ele quer dar uma de Ulisses na Odisséia de Homero, não em versos mas em prosa. Este cara é tremendamente ardiloso. Que ninguém se deixe levar pelo seu jeito vulpino de ser.
    Marcelo, por favor, leia o que escrevi ao início de maio de 2011, sob o título BREFAIAS E BURUNDANÇAS TEOLÓGICAS DO FOLCLÓRICO RICARDO GONDIM. Estampei a foto dos TRÊS PATÉTICOS .
    Depois disso, comente em minha próxima postagem CHOVE CHUVA, CHOVE SEM PARAR – ACONTECE NA FRANÇA; ACONTECE NO BRASIL.
    Amei seu comentário no Genizah.
    Valeu,
    Seu conservo e seguidor

    ResponderExcluir

Todo os comentários serão muito bem vindos desde que seja com responsabilidade. Ao fazer críticas, elogios e sugestões use do bom senso. Não serão publicados textos que não respeitem estas regras.

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Theme Support