domingo, 25 de outubro de 2015

SAI DELA POVO MEU - PARTE 2 A - OS MANJARES - CONTINUAÇÃO





CLICK NOS NÚMEROS PARA VER AS OUTRAS PARTES DESTE ESTUDO:
1   -   2   -   2A   -   3   -   4



SAI DELA POVO MEU(Ap. 18:4)

A indústria da fortuna tem sua raiz na apostasia. Estou dando a páscoa apenas como exemplo, seguindo este conceito poderá ver todo o universo que a Bíblia chama de grande babilônia e que será destruída pela besta.

O grande público infantil é o alvo principal do bolso dos pais. Como poderiam ficar de fora? Usam a inocência das crianças para enriquecerem. O que importa é o dinheiro.

A grande maioria das crianças de família Cristã estão contaminadas com a falsa páscoa. Quando ouvem falar esta palavra mágica, o que vem em suas mentes é a imagem do coelho e do ovo. Esta "páscoa" é uma grande pedra de tropeço para estes pequeninos. Pagarão muito caro por fazerem isto. Arrolo também os pais crentes que não poupam seus filhos da manipulação. Temos o ano todo para dar chocolates para eles, neste período devíamos ensina-los que se trata de uma blasfêmia contra o evangelho, assim aprenderiam a respeitar as Escrituras. Não é isto o que acontece. Todos entram na dança de adoração da mídia. Recordes gigantescos de venda. Um grande protesto seria se o povo cristão boicotasse o mercado, protestando contra estas blasfêmias. O mercado sentiria isto no bolso e Deus ouviria isto como uma resposta de fidelidade.

Mas não! todos estão comprometidos com as blasfêmias e o próprio Deus terá que destruir o mercado afundando a grande babilônia.

Este calendário religioso será apagado com a chegada da besta. Quando houver o divórcio pleno entre o estado e a igreja implantando simultaneamente o antropocentrismo  como gestão estatal, não teremos mais os dias de festas religiosas como elementos motivadores de consumo. 

Na cidade de São Paulo, o dia do Pai e da Mãe já foram abolidos. É uma ação para "não constranger os casais homoafetivos", segundo o atual prefeito. Isto é um exemplo do antropocentrismo no comando e a evidência do fim da era cristã.

Esta é mais uma ação que exemplifica que Ap. 17: 15,18 está em andamento:

"E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, e multidões, e nações, e línguas.
E os dez chifres que viste na besta são os que odiarào a prostituta, e a colocarão desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo.
Porque Deus tem posto em seus corações, que cumpram o seu intento, e tenham uma mesma idéia, e que dêem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.
E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra." 
Apocalipse 17:15-18

Algumas formas são pacíficas como esta, mas nem todas serão. O anticristianismo no oriente já tem provado o quanto está disposto a exterminar o cristianismo do planeta e, sabemos que isto acontecerá.

Não acredita? Procure o índice de cristãos nos países que já foram tomados pelo islã. É assustadoramente a cada ano menor. Extermínio em massa. Cidades inteiras estão sendo destruídas e executados aqueles que não negam Jesus.

"Portanto, num dia virão as suas pragas, a morte, e o pranto, e a fome; e será queimada no fogo; porque é forte o Senhor Deus que a julga.
E os reis da terra, que fornicaram com ela, e viveram em delícias, a chorarão, e sobre ela prantearão, quando virem a fumaça do seu incêndio;
Estando de longe pelo temor do seu tormento, dizendo: Ai! ai daquela grande cidade de Babilônia, aquela forte cidade! pois em uma hora veio o seu juízo.
E sobre ela choram e lamentam os mercadores da terra; porque ninguém mais compra as suas mercadorias:"  Apocalipse 18:8-11

O cristianismo paganizado perpetuou a ignorância a respeito de Deus, destruindo sua real identidade, destorcendo os valores da fé, profanando o evangelho de Cristo e fechando a porta para muitos que buscavam a salvação.

Seus idealizadores amaram o prêmio da iniquidade sujando-se com toda sorte de apostasias. Agora chegou o seu fim, como Jerusalém quando se corrompeu perdendo sua identidade, abandonando sua missão.










PÁSCOA COMO CULTO À FERTILIDADE

Mudando do público infantil para o público adulto, a indústria da apostasia revela o quanto está envolvida com os mesmos cultos de orgias do passado, propondo explicitamente o sexo como parte da mesma celebração. 

Usam o chocolate para expressar o prazer  nesta nova cultura da deusa da fertilidade. Assim blasfemam da morte e ressurreição do seu Senhor e, você vai com sua família à um supermercado seduzido pelos diversos apelos áudio visuais adquirir os produtos que te conectarão ao culto de blasfêmia contra o teu Deus.

Assim você se contamina, a teus filhos, aos teus familiares e amigos porque se torna morno, sem posição espiritual definida. 

Ser fervoroso na fé não tem nada a ver com aquelas pataquadas que ocorrem nos encontros religiosos com gritaria, re-te-té e outros do gênero ... mas em possuir uma posição marcante, espontânea e consciente para manifestar-se diante das trevas como referência da luz. É isto que faz toda a diferença entre um bom religioso e o testemunha fiel de Jesus. Ele mesmo se diz testemunha fiel do Pai porque nunca se prostituiu com a religião dos homens para ter vantagens. Muito pelo contrário, sua fidelidade a Deus o colocava em choque constante com os homens.

A verdadeira guerra da luz contra as trevas acontece quando verdadeiramente assumimos uma vida de honrar os valores da fé sem nos prostituir com as ideologias religiosas seja lá a que preço for.

Sei que você está entendendo esta mensagem. Ela faz parte de uma explanação que venho trazendo a respeito do nosso sacerdócio pessoal. Não proponho para você alguma instituição religiosa como sendo a igreja, mas se queremos ser realmente a igreja como pessoas que creem, é altamente necessário que rompamos com a apostasia. 

Deus não olha intenções, mas ações. Não nos dá conforme nossas intenções, mas conforme nossas obras. Tenha atitudes diante destes esclarecimentos, seja você um elemento de edificação da igreja de Cristo onde quer que você esteja. Ande na contramão, seja ousado a posicionar-se diante das heresias. 

Não negue a Jesus com postura ambígua diante dos homens. Tenha posição de sim, sim, e não, não. A luz é por excelência distinta das trevas e, o sal, é o que faz toda a diferença em um tempero. 

Ser sal e luz custa muito. Custa amizades, dá prejuízo, traz humilhação... Este é o preço do nosso testemunho positivo a respeito da Palavra de Deus. No entanto, se sua postura for ambígua, politicamente correta,  aquela que se omite para não ter constrangimentos ou constranger, esteja preparado para enfrentar a mesma realidade quando for prestar contas a Deus, porque Jesus Cristo também terá a mesma postura a teu respeito diante do Pai e de seus anjos.




Continua...
PARTE 3


Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Todo os comentários serão muito bem vindos desde que seja com responsabilidade. Ao fazer críticas, elogios e sugestões use do bom senso. Não serão publicados textos que não respeitem estas regras.

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Theme Support