sexta-feira, 1 de abril de 2016

A NOVA UNÇÃO É DE DEUS OU DO DIABO? - 1° Parte




A matéria que trago neste post é direcionada à todos que ainda possuem dúvidas sobre as manifestações que vem  aumentando cada vez mais e mais nas congregações cristãs, popularmente conhecida como “Receber o Espírito Santo”, “Unção do Cai-Cai” “Re-Te-Té” entre outros. 

Nada de novo, apenas uma roupagem da tão rodada doutrina pentecostal conhecida como “Batismo no Espírito”. Derivada do testemunho de João Batista sobre Jesus Cristo que diz :      “Eu, em verdade, vos batizo com água, para arrependimento; mas depois de mim vem alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de levar as suas sandálias. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.” Mt 3:11


O movimento pentecostal veio se aprimorando  com uma proposta de fé triunfalista, focada nas conquistas materiais seguidas por manifestações sobrenaturais em grande escala.

O movimento ganhou força neste país na década de 90 quando muitos pregadores televisivos e muitos outros de grande influência  do meio evangélico  tornaram-se adeptos desta  doutrina que ganhou o nome de“Confissão Positiva”.


A Confissão Positiva que influenciou as igrejas em todo  mundo, tem origem no século 19,
quando Essek William Kenyon, nascido em 1867, passou a pregar influenciado pelas ideias de Finéias Parkhusst Quimby, conhecido como curandeiro e hipnotizador, além de fundador de uma corrente chamada “Novo Pensamento”.


A principal influência do fundador do “Novo Pensamento” nesse movimento é a crença de que ao declarar determinado objetivo, tal desejo já foi alcançado, bastando crer e esperar que se cumpra. Os ensinos de Quimby falavam sobre o poder da mente e negavam a existência da matéria, do sofrimento, do pecado e da enfermidade.
Kenyon foi influenciado pelas seitas Ciência da Mente, Ciência Cristã e a metafísica do Novo Pensamento. Kenyon é reconhecido hoje como o pai do Movimento Confissão Positiva, também conhecido como Teologia da Prosperidade, Palavra da Fé ou Movimento da fé, que influenciou Kenneth Hagin”.



Kenneth Hagin falecido em 19 de setembro de 2003, precursor do “Novo Pensamento” é considerado o pai do Movimento Palavra de Fé e um dos primeiros a escrever sobre as filosofias que se tornaram o fundamento do movimento neopentecostal.
Hagin escreveu 52 livros de conteúdo herético e absolutamente antagônico aos ensinamentos das Sagradas Escrituras.
As doutrinas deste falso profeta influenciaram um grande número de pregadores norte-americanos, tais como Kenneth Copeland, Benny Hinn, Frederick Price, John Avanzini, Robert Tilton, Marilyn Hickey, Charles Capps, Hobart Freeman, Jerry Savelle além do sul coreano, Paul (David) Yonggi Cho.

No Brasil os líderes evangélicos mais conhecidos que se tornaram adeptos deste seguimento são: Bispa Sônia e apóstolo Estevam Hernandes, Silas Malafaia, Jabes de Alencar, Igreja Batista Lagoinha, RR. Soares, Robson Rodovalho, Jorge Tadeu, das Igrejas Maná (Portugal); Cássio Colombo (“tio Cássio”), do Ministério Cristo Salva, em São Paulo; o “apóstolo” Miguel Ângelo, da Igreja Evangélica Cristo Vive, além obviamente da “apóstola” Valnice Milhomens, líder do Ministério Palavra da Fé.



O movimento Confissão Positiva traz a tiracolo as manifestações do “Espírito Santo” como o principal sinal de sua  autoridade teológica que atrai multidões em busca de uma experiência sobrenatural.


Este movimento também se destaca pelo grande poder de mercado que possui, comercializando pacotes de viagens para congressos missionários, reunindo patrocinadores para shows gospel, Festivais Musical,  programas televisivos entre outros.
Para os pastores integrantes desta vertente, trata-se de um grande avivamento espiritual e derramar do Espírito Santo nos últimos dias.


De uma forma geral, este movimento é proclamado como sendo a  NOVA UNÇÃO, significando que existe uma unção antiga, uma que não possui mais vitalidade.


Deste ponto de vista não é difícil admitir que se trata de uma substituição de UNÇÃO, semelhante ao que houve com  a antiga aliança, estabelecida na circuncisão da pele do prepúcio, pelo sacrifício de Jesus Cristo, a qual conhecemos por Nova e Eterna Aliança.

Mas será que a  NOVA UNÇÃO possui amparo na doutrina dos apóstolos e na revelação apocalíptica dos últimos dias?




Continue lendo clicando aqui!   


  
Veja exemplos de manifestações da NOVA UNÇÃO nos vídeos abaixo:













Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Todo os comentários serão muito bem vindos desde que seja com responsabilidade. Ao fazer críticas, elogios e sugestões use do bom senso. Não serão publicados textos que não respeitem estas regras.

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo do blog

Theme Support